Dúvidas? Incertezas? Medos?

Querida Lais, sentimos muito pelas suas duas perdas, vc será pra sempre mãe de dois filhos! Nos comovemos com a generosidade com que compartilhou sua história da dor do luto dos seus filhos, vinculado aos seus sentimentos de dúvidas, culpas, medos, incertezas.

Obrigada por compartilhar conosco suas sinceras emoções! Percebemos o quanto ter um espaço de troca, de reconhecimento do luto é o primeiro passa na sua elaboração e sabemos também o quanto que os seus sentimentos são comuns a maioria de nós que vivencia o drama da perda gestacional, como culpa, raiva, medo, dúvidas, tristeza, pois são sentimentos relativos ao luto. Se permita vivencia-los para em seguida elabora-los, se puder contar com algum tipo de apoio melhor ainda, como grupo de apoio presencial na sua cidade ou virtual, acompanhamento psicológico, religioso (se julgar necessário).

Juntos somos mais fortes e esperamos manter nosso espaço de cuidado, acolhimento, respeito, empatia, solidariedade a dor do luto do outro.

Do Luto à Luta


Boa noite… Meu nome é Lais, tenho 28 anos e já tive duas perdas… A primeira em 2012, a tão esperada gestação veio tranquila mas não se manteve, quando entrei na 12′ semana tive um aborto espontâneo e não me recuperei psicologicamente até hj. Nesse ano em Janeiro de 2015 perdi meu segundo bebe com 10/11 semanas, mas tive que passar pela tão deprimente curetagem … Entrei em um estado catatônico e assim permaneci por quase 2 meses. Ainda não entendo o que aconteceu. Nas duas ocasiões todos os exames foram feitos e medicações tomadas. Os exames após tbm e nada é constatado tanto em mim quanto no meu esposo. Talvez seja a vontade de Deus, talvez eu não seja uma boa mãe, talvez talvez talvez… Hoje por acaso encontrei essa página enquanto passo mais uma noite em claro, e mal comecei a ler e já chorei. Saber q essa dor não é uma frescura como já me disseram. Disseram que eu não devia ficar assim, afinal eu nem conheci meu bebê. Ouvi de td um pouco e principalmente o silêncio do meu esposo… ele também tinha sonhos e é como se eu tivesse acabado com tudo. Sinto que a culpa é minha. Senti vontade de desabafar, quem sabe no meio de estranhos eu consiga uma resposta ou um carinho verdadeiro. Me desculpem se escrevi demais, mas eu sincera precisava.

Desabafo enviado pela mãe Lais

Anúncios

4 comentários Adicione o seu

  1. Renata disse:

    Oi, Querida!
    Infelizmente a sociedade, nossos amigos e inclusive nós mesmas não estamos preparadas para esse tipo de perda. Mas também nem sei se algo deveria ser ensaiado pra tentar nos consolar. Tive uma perda de um anjo chamado Bento recentemente (3 meses) e meu corpo reagiu como se eu tivesse gerado por 40 semanas. Tive muito leite. Todos os achados depois da perda eram de um parto o que fez minha dor ser ainda maior. Ouvi muitos comentários desnecessários e percebi que o que queremos é apenas ouvir: Você quer conversar? Conte comigo !
    (dentro de um abraço forte e carinhoso) não é?
    Sinta esse abraço de onde você está e os meus mais sinceros carinhos querida! Se quiser, me envie um e-mail e conversamos mais! Obrigada por dividir sua dor … Você não está sozinha e falar, cura!
    Sinta-se amparada! Bjs

    Curtido por 1 pessoa

  2. Alessandra disse:

    Laís sei bem o que você está sentindo. Permita-se vivenciar seus lutos, isso é muito importante. Também tive duas perdas e doí demais. Infelizmente a maioria das pessoas não entendem nossa dor. Uma coisa que me ajudou muito foi fazer um tempo de terapia com um psicólogo. Saiba que você não está sozinha, sua dor é legítima e real. Sinto muito por suas perdas. Um forte abraço.

    Curtido por 1 pessoa

  3. laisborba disse:

    Vou procurar saber Cintia… Obrigada. Pela dica e pelo tempo dedicado.

    Curtir

  4. Cintia disse:

    Querida Lais, sinto muitíssimo pela sua perda. Perdi minha bebe com 28 semanas de gestação e sei bem como se sente. Sinta-se abraçada. Chore sua dor, sinta, vá até o fundo do poço e volte. Nos mães de anjos temos um dom inenarrável de transformar o luto em luta. Acredite. Se me permite dizer, investigue a trombofilia. Se quiser me enviar um e-mail sinta-se a vontade. Grande beijo.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s